Roteiro São Miguel: 5 locais a visitar nos Açores

Hoje em dia, quase nos parece demasiado fácil deslocarmo-nos para qualquer lugar e, a verdade, é que viajar nunca foi tão rápido (e fácil). Este ano, Portugal comemora os seus 48 anos de liberdade: desde 1974 que todos os portugueses passaram a ter a hipótese de conhecer, viver e experimentar mais. Conheça o nosso roteiro para experimentar mais em São Miguel enquanto saboreia a Liberdade em pleno.

 

Qual a melhor forma de celebrar a liberdade? A viajar, é claro! Podemos (e devemos) começar pela nossa querida e belíssima pátria: o território português é um dos mais maravilhosos do mundo, então por que não tirar umas férias para fora… mas cá dentro? Aproveite as belíssimas paisagens, a comida tradicional e um ambiente onde a simpatia paira no ar.

Deslumbre-se, acompanhe-nos neste nosso breve roteiro de São Miguel e descubra os 5 locais mais maravilhosos a visitar na sua visita.

 

1. Ponta da Ferraria

Se procura um local para relaxar e ouvir o som do mar, não procure mais. Localizada no extremo sudoeste da Ilha de São Miguel, a Ponta da Ferraria é um local de paragem obrigatória para quem visita a região. Assim como toda a ilha tem origem em fenómenos geológicos vulcânicos ocorridos em séculos passados, as belas paisagens que compõem este local também receberam fortes influências desses fenómenos na sua formação geográfica.

Nesta cratera, que resultou no contato entre a lava quente e a água do mar, juntamente com todos os outros acontecimentos, surgiram as águas termais e as famosas piscinas naturais da Ponta da Ferraria.

Já que está por cá, aproveite para desfrutar das belas paisagens e não deixe de visitar o Miradouro da Ponta da Ferraria, que oferece um ângulo e vista panorâmica sobre a região, incluindo também o Farol da Ferraria.

 

2. Lagoa das Sete Cidades

Lagoa das Sete Cidades, conhecida como a Caldeira das Sete Cidades, está localizada a Noroeste da Ilha de São Miguel e trata-se de um lago de água doce (o maior dos Açores), que ocupa uma área de aproximadamente 4,3 quilómetros, com uma profundidade de cerca de 33 metros.

Este ponto turístico natural foi formado na cratera de um vulcão. A lagoa é uma só, mas por ter duas cores diferentes deram-lhes o nome de Lagoa Verde e Lagoa Azul (não é por acaso que este símbolo dos Açores foi classificado como Paisagem Protegida da Rede Natura 2000). Aproveite a sua visita e faça uma caminhada pelas fantásticas grutas da zona: já ouviu falar da Gruta do Pastor?

Para além da paisagem, existem ainda algumas lendas associadas ao facto de serem duas lagoas de cores distintas: a mais conhecida é a lenda da Princesa dos Olhos Azuis. Ficou curioso? Viaje pelos Açores e descubra todas as histórias, lendas e vistas deslumbrantes deste lindíssimo local.

 

3. Furnas

Localizam-se a Este de Ponta Delgada e destacam-se como um dos principais locais da Ilha de São Miguel pela sua formação geológica única e pela integração entre o homem e a natureza indomável. As suas águas termais e a sua lama vulcânica medicinal são apenas algumas das inúmeras atrações deste recanto: ricas em piscinas térmicas e caldeiras, abrigam ainda a Poça da Dona Beija e o Parque Terra Nostra, um recanto da vida animal e de espécies nativas da região, onde poderá encontrar flora endémica dos Açores, mas também inúmeras plantas nativas de países com climas completamente distintos do existente nas Furnas.

A Lagoa de Furnas completa o cenário deslumbrante, com uma altitude estimada em 600 metros e que atrai os visitantes que se aventuram pelo local, conhecido por possuir piscinas naturais de lama vulcânica e de águas quentes que, segundo a tradição local, fazem bem à saúde do corpo e da alma.

 

4. Lagoa do Fogo

A mais alta da Ilha de São Miguel, esta lagoa localiza-se no cimo de uma montanha, cujo ponto mais alto se eleva a 947 metros, e ocupa uma área de 1360 hectares, chamando a atenção pela cor da sua água: um azul de tirar o fôlego. A Lagoa do Fogo é uma das maiores lagoas do arquipélago dos Açores e a segunda maior da Ilha de São Miguel, localizando-se no concelho da Ribeira Grande. É reconhecida como um lugar espetacular de águas azuis e é um dos principais atrativos turísticos desta ilha. A Lagoa do Fogo foi classificada como reserva natural em 1974 e é uma paisagem protegida, assim como várias outras do arquipélago.

Para uma experiência mais completa e mais próxima da natureza, visite este cenário de princesas e dragões caminhando pelos divergentes trilhos até à lagoa. Prometemos que não se irá arrepender!

 

5. Plantação de Ananás dos Açores

Sabia que os portugueses descobriram a fruta na época da colonização do Brasil? Desde então, trouxeram-na até ao Arquipélago dos Açores, sendo cultivada em estufa e tratada como uma planta ornamental de experimento cultural e curiosidade botânica. Só mais tarde foi descoberto que o ananás era uma fruta saborosa e de forte valor comercial.

A Ilha de São Miguel é o único sítio no mundo onde se cultiva ananases em estufas e é casa de cerca de 6,000 plantações. Apesar de nem todas estarem abertas ao público, isto não é um impedimento para se conhecer tudo sobre o processo de produção desta fruta exótica. As três plantações a visitar são: a Plantação de Ananás A. Arruda, na Fajã de Baixo; a Plantação de Ananás dos Açores, na Rua das Laranjeiras e o Ananás de Santo António, também na Fajã de Baixo.

 

Extra: Parque Atlântico

Já que se encontra pela zona, aproveite para visitar o espaço comercial onde as experiências únicas vivem com uma alma açoriana! Aproveite para passear, fazer as suas compras, deliciar-se com uma refeição na zona e, quem sabe, encontrar também uma recordação para levar consigo até casa.

Categorias
Cultura Família
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço