“Quem vê caras, não vê doenças”: a exposição que chega ao nosso Centro

É uma realidade pouco abordada, mas que o fotografo José Santos quis expor em 26 fotografias. Saiba um pouco mais sobre este trabalho.

Em 1980, José Santos revelava fotografias a preto e branco que tirava com uma velha máquina fotográfica que um dia pertenceu ao seu pai. Hoje não a usa, mas guarda-a religiosamente na sua secretária e admira-a sempre que precisa de inspiração.

Apaixonado por “projetos dramáticos”, traz ao nosso Centro uma exposição fotográfica que retrata crianças portadoras de doenças crónicas.

O objetivo por detrás de cada disparo é terminar com o paradigma da exclusão, demonstrando à população que estas e outras crianças com doenças crónicas têm os mesmos direitos e as mesmas vontades que todos nós.

A exposição poderá ser visitada até 17 de junho, no piso 0. Não falte!

Publicação
01 de Junho de 2018
Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço